Esta Atividade Está Inserida no Projeto Erasmus+ “Upskilling Pathways for Adults” em Parceria com a AEP

Realizou-se no passado dia 15 de Fevereiro, na Sede da AEP – Associação Empresarial de Penafiel, uma conferência “International e-Entrepreneurship” que contou com participantes espanhóis, italianos, belgas, polacos e portugueses.

Entre os vários painéis, foi possível ouvir a opinião da autarquia local, da Associação Empresarial de Penafiel, dos empresários, dos alunos e dos parceiros internacionais que estudaram a temática.

Cada um dos intervenientes explorou a assunto segundo o seu ponto de vista. Todos foram unânimes que a problemática não é local mas, no mínimo, de dimensão europeia e que o uso da identidade digital tem os seus perigos, contudo, é inevitável nos dias de hoje. Deste modo, os empresários e a AEP salientaram a falta de tempo e conhecimentos para poderem tirar o melhor partido desta tecnologia emergente. O que potencia, por outro lado, uma oportunidade de carreira para os jovens que estudam a temática.

Os estudantes, para além de demonstrarem um vasto leque de perigos e vantagens do uso das redes, apresentaram novas ferramentas para a criação de conteúdos para as redes sociais das empresas; como monitorizar esses mesmos conteúdos e, por fim, ferramentas para realizar análise da presença dos clientes das empresas nas suas redes sociais.

UpSkilling Pathways for Adults

Esta Medida Aplica-se a Operações de Limpeza da Floresta, Reflorestação, Certificação ou Planos de Gestão Florestal

Entrou no dia 14 de Fevereiro a Portaria n.º 61/2019, que define as regras dos novos benefícios fiscais aplicáveis aos encargos com operações de limpeza da floresta, reflorestação e adaptação às alterações climáticas.

Estas despesas passam a ser aumentadas em 40%, em sede de IRC e IRS, de forma a incentivar o ordenamento e gestão florestal e a prevenção e apoio ao combate de incêndios florestais.

De acordo com o diploma, as despesas têm de ser executadas por sujeitos passivos de IRC e de IRS, com contabilidade organizada, que executem atividades silvícolas e florestais.

Com o aumento das despesas em 40%, aumenta-se, para efeitos de impostos, o valor que será dedutível à matéria coletável.

PORTARIA Nº 61/2019

Para mais informações, contacte-nos!

Estágios Profissionais

Esta é uma medida que se concretiza no apoio à (re)inserção profissional dos seus destinatários através do desenvolvimento de uma experiência de formação prática em contexto de trabalho, tendo a  duração de 9 meses, não prorrogáveis.

Assim, a AEP – Associação Empresarial de Penafiel, informa, que por deliberação do Conselho Diretivo do IEFP, foram aprovados para o ano de 2019 os seguintes períodos de candidatura à medidas Estágios Profissionais:

→  1º Período: 1 de Fevereiro a 4 de Março de 2019
→  2º Período: 2 de Maio a 3 de Junho de 2019
→  3º Período: 2 de Setembro a 2 de Outubro de 2019

As candidaturas podem ser apresentadas a partir das 9:00 do dia de abertura até às 18:00 do dia de encerramento de cada período.

Calendário de candidaturas 2019:
DELIBERAÇÃO Nº I/DLB/434/2018/CD

Para mais informações, contacte-nos!

As Principais Alterações no Orçamento de Estado 2019 por Associação Empresarial de Penafiel

 

 

Veja a versão definitiva conforme a Lei nº 71/2018, de 31 de Dezembro das principais alterações propostas no Orçamento de Estado para 2019 que a AEP – Associação Empresarial de Penafiel disponibilizou para melhor o informar.

 

Poderá consultar / obter o documento através de:

OE2019 Versão Definitiva Conforme
Lei Nº 71/2018, de 31 de Dezembro

 

Para mais informações, contacte-nos!

As Principais Alterações Propostas no Orçamento de Estado 2019 por Associação Empresarial de Penafiel

 

Veja as Principais Alterações Propostas no Orçamento de Estado 2019 que a AEP – Associação Empresarial de Penafiel disponibilizou para melhor o informar.

 

Poderá obter este documento através de:
OE2019 – AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES

 

 

 

Para mais informações, contacte-nos!

Feira de S. Martinho em Penafiel

Conheça as alterações à circulação automóvel e estacionamento decorrentes da realização da Feira de S. Martinho, de 10 a 20 de Novembro em Penafiel.

Consulte o Edital da Câmara Municipal de Penafiel Anexo:
Edital 368-2018

A AEP – Associação Empresarial de Penafiel , a par de outras instituições, vai-se associar à ADISCREP na realização de mais uma edição da “Noite Branca” que vai ter lugar no próximo dia 7 de Julho (Sábado).

Sabendo-se que essa actividade procura promover a cidade de Penafiel na sua globalidade, é desejável que todos possam contribuir para esse objectivo, independentemente da forma como o façam.

Nesse sentido, a Direcção da AEP incentiva vivamente todos os Senhores Empresários a manterem os seus estabelecimentos abertos ao público para além do horário habitual, a decorar as suas montras de branco e a promoverem quaisquer outras iniciativas que, integradas na actividade, possam contribuir para uma dinâmica de afirmação empresarial.

Sabemos que só aproveitando a circunstância de milhares de pessoas visitarem Penafiel nessa noite, poderemos motivá-las a manter Penafiel com intensa actividade comercial diária que a distinga como a capital comercial do Vale do Sousa.

Porque o futuro não dispensa o trabalho do presente, estamos certos que todos não deixarão de dar o seu melhor.

Noite Branca em Penafiel 2018

 

Penafiel, 29 de Junho de 2018
A Direcção da Associação Empresarial de Penafiel


 

No seguimento da posição pública manifestada pela Associação Empresarial de Penafiel (AEP), em comunicado enviado aos seus Associados no passado dia 13 de Junho, onde expressou o mais profundo repúdio e desagrado pelos enormes constrangimentos que previa que iriam resultar da realização do evento “Penafiel Racing Fest” no centro da cidade de Penafiel, devido ao incumprimento das condições previamente negociadas e acordadas com a AEP, por parte da Organização do evento, tendo inclusivamente, fruto desse incumprimento prescindido do estatuto de “parceiro”, vimos, por este meio, informar e esclarecer o seguinte:

  1. AEP é a favor da realização deste ou de qualquer outro evento que promova e divulgue a marca “Penafiel”;
  2. À semelhança do que ocorreu em 2017, desde o inicio da programação do evento, a AEP participou de forma empenhada e construtiva em várias reuniões, tanto com a Organização, como com o Vereador do Pelouro, alertando para uma série de constrangimentos que iriam ser provocados ao comércio local, tendo proposto e negociado um conjunto de compromissos mútuos, com o objetivo de minorar o impacto condicionador e negativo que a realização do evento provocaria no funcionamento da cidade;
  3.  Os compromissos assumidos pela AEP, nomeadamente de promoção do evento junto dos seus associados com o objectivo de ajudar a organização a conseguir apoios que permitissem a realização do mesmo, foram integralmente concretizados e respeitados;
  4. Infelizmente, da parte Organização verificou-se um total incumprimento dos vários compromissos assumidos e negociados com a AEP, nomeadamente:
    1. A possibilidade de circulação condicionada entre os tempos “mortos” do evento, o que permitiria que o condicionamento da circulação no centro da cidade de Penafiel se restringisse aos momentos das provas, reduzindo para menos de metade o tempo de bloqueio que, no total, ascendeu a mais de 72 horas;
    2. A disponibilização de 140 lugares de estacionamento no Largo Conde de Torres Novas (Campo da Feira), minimizando o impacto da quase total supressão daquela bolsa de estacionamento gratuito;
    3. Esclarecer que esses lugares de estacionamento não foram pedidos para uso da AEP, mas sim para quem vive, trabalha ou visita (e compra) em Penafiel, devido à inexistência de alternativas suficientes para aquele local de estacionamento, não fazendo, por isso, qualquer sentido (nem tal foi solicitado) a menção “Reservado AEP”;
    4. Mais importante e relevante é que, na realidade, tais lugares não passaram de “lugares de estacionamento fantasma”, na medida em que era totalmente impossível ter acesso aos mesmos, independentemente da via, “quelho” ou caminho alternativo que se tentasse, devido ao corte total do trânsito em todos os seus acessos. De que adianta reservar um estacionamento se não havia veículo que lhe conseguisse aceder!?;
  5. A Direção da AEP entende que as parcerias são para cumprir e são negociadas entre pessoas e instituições ou entidades. Neste sentido, é absolutamente inconcebível que entidades parceiras sejam informadas através de “editais”. A comunicação entre parceiros faz-se a duas vias e implica reciprocidade de tratamento;
  6. Lamenta, por isso, o modo desorganizado e quase amador, de implementação da estratégia de condicionamento da circulação de pessoas e veículos no centro da cidade de Penafiel. Esse amadorismo teve um impacto económico extremamente negativo na actividade empresarial ao longo de, pelo menos, cinco dias, situação que em nada abona da dinamização, participação e apoio do tecido económico da cidade e da região à organização de eventos como o “Penafiel Racing Fest”;
  7. Lamenta ainda a tentativa deliberada de ludibriar a opinião pública quanto ao impacto económico do evento. Efetivamente, e ao contrário do veiculado por alguma comunicação social, desconhecemos a existência de qualquer estudo económico credível que permita estimar e quantificar o verdadeiro impacto económico do evento. Contrariando informações avulsas, à AEP o que tem chegado, dos vários sectores económicos que representa, são queixas formais de associados que contradizem esse impacto económico “dito” positivo, reforçando a afirmação do ponto anterior;
  8. Não obstante e mantendo a característica que caracteriza esta Associação, a AEP manifesta e reitera a sua disponibilidade para, numa lógica de participação assente em recíproca boa fé, dar o seu contributo para a realização deste ou doutro evento que promova a cidade e o concelho de Penafiel, desde que atempadamente suportado por uma estratégia de intervenção que privilegia as pessoas que vivem, trabalham e visitam Penafiel e que seja efetivamente potenciadora de ganhos financeiros para os promotores mas também para os empresários de Penafiel.

À semelhança do manifestado em situações anteriores e noutros contextos reiteramos a importância e a necessidade de promover um salutar envolvimento participativo e interessado dos vários agentes da cidade para que o conjunto de ações realizadas não se traduzam numa mera operação esporádica e com perenidade não garantida, mas, ao invés, sim numa dinâmica integrada, aglutinante, consciente, alicerçada e duradoura.

É assim que a AEP honra as suas parcerias.

 

Penafiel, 20 de junho de 2018
A Direcção da Associação Empresarial de Penafiel


Comunicado AEP “Penafiel Racing Fest”