A partir de hoje, 21 de julho de 2020, o Uber Eats – plataforma online de entrega de refeições ao domicílio da Uber – passa a estar disponível também no concelho de Penafiel para entregar refeições de restaurantes do nosso concelho.

A Associação Empresarial de Penafiel (AEP), parceira local do Uber Eats, desenvolveu ao longo dos últimos meses, com sucesso, um esforço de captação inicial de interessados em aderir a esta plataforma, no qual resultou na concretização da expansão deste serviço ao nosso concelho, possibilitando, a partir deste momento, que os empresários locais do setor da restauração e estabelecimentos equiparados aderentes ou que futuramente venham a aderir, possam assim conciliar a sua atividade normal com entregas ao domicílio, que passam a ser feitas por esta empresa de referência internacional.

De fonte do Uber Eats, na altura deste lançamento, farão parte 11 estabelecimentos sobejamente conhecidos em Penafiel. São eles: Melinha, Cantina do IPI, São Martinho Plaza Grill (C.C. Forum Plaza), Restaurante D’Aurora, A Verdelha, AppCafe, Batikano Park, Monja, Restaurante Três Miguéis, Padaria Aliança 3 e McDonald’s, onde a partir de agora qualquer refeição fica apenas a um toque de distância. Desta forma, o utilizador poderá encomendar refeições para todos os gostos, ocasiões e locais, sempre sem valor mínimo por encomenda, todos os dias das 11h00 às 00h00.

Por fim, referir ainda que é com enorme satisfação que a Associação Empresarial de Penafiel (AEP) vê a chegada do Uber Eats à nossa cidade pelo potencial desta plataforma em apoiar os empresários locais deste setor, serviço este que atualmente cobre perto de 50% da população portuguesa estando, a partir de hoje, disponível em mais de 50 cidades nacionais.

Faça já download da aplicação Uber Eats e usufrua do melhor da nossa restauração no conforto de sua casa.

Tendo sido aprovada a candidatura POCH-03-5470-FSE-000966, de aprendizagem ao longo da vida – Cursos Educação e Formação de Adultos /EFA), vem a AEP – Associação Empresarial de Penafiel, proceder à divulgação da necessidade de contratação de serviços externos que tem por objeto principal a Prestação de serviços de Mediador pessoal e social para Curso EFA (Educação e Formação de Adultos) – Curso de Cabeleireiro/a.

Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, e considerando 16 meses de duração do Curso, num total de 35 horas mensais, decorrem para o Prestador de Serviços as seguintes obrigações principais:

  1. Colaborar com o representante da entidade promotora na constituição dos grupos de formação, participando no processo de recrutamento e seleção de formandos;
  2. Garantir o acompanhamento e orientação pessoal, social e pedagógica dos formandos;
  3. Dinamizar a equipa técnico-pedagógica no âmbito do processo formativo, salvaguardando o cumprimento dos percursos individuais e do percurso do grupo de formação;
  4. Assegurar a articulação entre a equipa técnico-pedagógica e o grupo de formação, assim como entre estes e a entidade formadora.

Os requisitos para a prestação do serviço referido são, entre outros, os seguintes:

  1. A função do mediador é desempenhada por formadores e outros profissionais, designadamente os de orientação, detentores de habilitação de nível superior e possuidores de formação específica para o desempenho daquela função ou de experiência relevante em matéria de educação e formação de adultos;
  2. O mediador é responsável pela orientação e desenvolvimento do diagnóstico dos formandos, em articulação com os formadores da equipa técnico-pedagógica nos termos do n.º 3, artigo 6.º da Portaria n.º 230/2008, Diário da República, 1.ª série — n.º 48 — 7 de março de 2008.

Os interessados em executar os serviços referidos devem-no manifestar através de mail enviado para o endereço de e-mail geral@aepenafiel.pt até ao próximo dia 5 de julho.

A Associação Empresarial de Penafiel (AEP) é a parceira local da Uber Eats para o concelho.
Há várias semanas, a instituição tem desenvolvido contactos no sentido de esta plataforma online de entrega ao domicílio poder disponibilizar o seu serviço no concelho de Penafiel.

De acordo com o Presidente da AEP, Nuno Brochado, “um dos objetivos que traçámos nos últimos meses era o de tentarmos apoiar o setor da restauração e estabelecimentos equiparados locais, com vista a promover uma solução transversal de entrega de refeições e similares ao domicílio”. Acrescentou também que “há empresários da restauração que estão a passar por dificuldades pois conciliar a sua atividade normal com a entrega ao domicílio, prejudica muito a atenção que têm de dar ao seu negócio, e assim, externalizarem-se as entregas para uma plataforma com o reconhecimento de mercado que a Uber Eats tem, poderá ser a solução para cuidarem do seu negócio e garantirem que o seu produto chega a casa dos clientes em boas condições”.

Com esta parceria, a AEP desenvolve no terreno um esforço de captação inicial de interessados em aderir a esta plataforma, permitindo que a concretização da expansão ao concelho de Penafiel possa acontecer no mais curto espaço de tempo possível.

Para o efeito, cada empresário deverá inscrever-se na plataforma online que a Uber Eats criou para Penafiel através de:  http://t.uber.com/penafielaunch.

A própria empresa encarregar-se-á de contactar os interessados para apresentar a sua oferta de valor.

O Presidente da AEP termina, referindo que “se espera que este esforço da AEP se concretize em muitas inscrições e interessados em utilizar a plataforma. Será um investimento que todos os empresários do setor deverão ponderar, sendo que se esta expansão se vier a concretizar, apelamos aos penafidelenses que comprem refeições aos empresários locais por esta via, apoiando assim o setor da restauração e similares local, que tanto sofreu com a pandemia do COVID-19”.

A AEP não pode deixar de salientar o potencial de criação de emprego local no que toca aos cidadãos que podem passar a ter uma atividade remunerada adicional, entregando refeições ao domicílio.

Mais uma vez, ao estarmos juntos, seguimos juntos!

 

No próximo dia 24 de abril, sexta-feira, pelas 15h, e com o objectivo de esclarecer o maior número de empresários penafidelenses possível, a Associação Empresarial de Penafiel (AEP) em coordenação com a CCSL Sociedade de Advogados, vai organizar um Webinar de inscrição gratuita, onde serão abordadas as medidas de apoio aos empresários no contexto da pandemia COVID-19.

Terá também a oportunidade de colocar as suas dúvidas no sentido de as mesmas serem esclarecidas.

Programa

  • Apresentação de medidas: (1) Linhas de Crédito GOV  .  (2) Medidas Fiscais  .  (3) Medidas laborais
  • Identificação e esclarecimentos de questões relativas à sua aplicação

Oradores

  • José Calejo Guerra – Responsável pela área de Direito Fiscal
  • Mafalda Almeida Carvalho – Responsável pela área de Direito Societário e Financeiro
  • Margarida Bragança – Responsável pela área de Direito Laboral

Para participar, faça a sua inscrição (Inscrições Limitadas) através do formulário abaixo.

Mais perto do evento, será enviado o link de acesso à plataforma online onde o evento irá decorrer.

#fiqueemcasa

Webinar - Medidas de Apoio aos Empresários no Contexto da Pandemia COVID-19

 


 

Associação Empresarial de Penafiel reuniu toda a informação relevante sobre o pacote de medidas criado pelo Governo, para o apoio às empresas que venham a ser afetadas pela epidemia COVID-19, que tem como objetivo mitigar o impacto económico do respetivo surto do vírus e diminuir o esforço de tesouraria das empresas nos próximos meses, das quais destacamos, o «Apoio à Continuidade da Atividade e do Emprego», as «Linhas de Crédito», as «Medidas Fiscais», as «Moratórias de Créditos», e o «Apoio Extraordinário à Redução da Atividade Económica de Trabalhadores Independentes e Sócios-Gerentes».

Apoio à Continuidade da Atividade e do Emprego

O Governo, reconhecendo a excecionalidade da situação de emergência, aprovou um conjunto de medidas de caráter extraordinário e temporário, destinadas aos trabalhadores e empregadores afetados pelo surto do vírus COVID -19, tendo em vista a manutenção dos postos de trabalho e mitigar situações de crise empresarial, que se encontram divididas em quatro áreas, nomeadamente:

Lay-off – Apoio extraordinário à manutenção de contrato de trabalho em entidades em situação de crise empresarial

Plano extraordinário de formação

Incentivo financeiro extraordinário para apoio à normalização da atividade da empresa

Isenção temporária do pagamento de contribuições para a Segurança Social

Consulte mais detalhadamente estas medidas em: Medidas de Apoio às Empresas – Apoio à Continuidade da Atividade e do Emprego

Linhas de Crédito

As Linhas de Crédito disponibilizadas têm como objetivo apoiar as necessidades acrescidas de fundo de maneio e de tesouraria das empresas, de forma a minimizar o impacto da redução temporária dos níveis de procura na sua atividade.

Destaca-se as seguintes Linhas de Crédito:

Linha de Crédito Capitalizar – “Covid-19 – Plafond de Tesouraria”

Linha de Crédito Capitalizar – “Covid-19 – Fundo de Maneio”

Linha de Apoio à Tesouraria para Microempresas do Turismo (operacionalizada pelo Turismo de Portugal)

Linhas de Crédito de 6,2 Mil Milhões de Euros

Consulte mais detalhadamente estas medidas em: Medidas de Apoio às Empresas – Linhas de Crédito

Medidas Fiscais

Trata-se da definição de um regime de flexibilização dos pagamentos relativos a Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e retenções na fonte de Imposto sobre Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) e Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC) a cumprir no segundo trimestre de 2020.

Também foi definido um regime de pagamento diferido das contribuições devidas pelas entidades empregadoras e pelos trabalhadores independentes, bem como a suspensão dos processos de execução fiscal instaurados pela AT e dos processos de execução por dívidas à segurança social até 30 de junho de 2020.

Consulte mais detalhadamente estas medidas em: Medidas de Apoio às Empresas – Medidas Fiscais

Moratórias de Créditos

As Moratórias de Créditos têm como objetivo proteger as famílias portuguesas, em matéria de crédito à habitação, e as empresas, instituições particulares de solidariedade social, associações sem fins lucrativos e demais entidades da economia social, que estão a registar quebras nos negócios devido ao surto COVID-19, permitindo que estas adiem o pagamento das suas responsabilidades perante as instituições financeiras até 30 de setembro de 2020.

Consulte mais detalhadamente estas medidas em: Medidas de Apoio às Empresas – Moratórias de Créditos

Apoio Extraordinário à Redução da Atividade Económica de Trabalhadores Independentes e Sócios-Gerentes

Trata-se de uma medida excecional e temporária de resposta à epidemia COVID-19 destinada aos trabalhadores independentes e aos sócios-gerentes com ou sem trabalhadores por conta de outrem, de forma a colmatar a redução de qualquer atividade comercial ou industrial.

Consulte mais detalhadamente estas medidas em: Medidas de Apoio às Empresas – Apoio Extraordinário à Redução da Atividade Económica de Trabalhadores Independentes e Sócios-Gerentes

Outros

Aceleração da liquidação dos pedidos de pagamento apresentados pelas empresas no âmbito do sistema de incentivos do QREN e do Portugal 2020;

Prorrogação, em 12 meses, dos compromissos de reembolso dos incentivos reembolsáveis recebidos ao abrigo do QREN e do Portugal 2020;

Elegibilidade para reembolso ao abrigo do Portugal 2020, das despesas suportadas em iniciativas ou ações canceladas ou adiadas por razões relacionadas com o COVID-19, nomeadamente nas áreas da internacionalização e da formação profissional;

Possibilidade de a duração do projeto ao abrigo do Portugal 2020 ultrapassar os limites temporais aprovados ou previstos;

Prorrogação do prazo para a entrega de candidaturas em diversos concursos do sistema de incentivos do Portugal 2020;

Eliminação das taxas mínimas cobradas aos comerciantes nos pagamentos em POS;

Aumentado do valor limite que é possível pagar por via contacless (ou seja, sem ser preciso introduzir código quando paga por multibanco) para 30 euros.

»

Também poderá consultar toda esta informação, atualizada a 18 de junho de 2020, num só documento: Medidas de Apoio às Empresas

Assim que novas medidas sejam anunciadas, ou as medidas já anunciadas venham a sofrer alterações, a Associação Empresarial de Penafiel disponibilizará mais informações.

Para mais informações, e possíveis candidaturas aos apoios disponibilizados, contacte-nos!

Perante Ameaças, É Necessária Ponderação, Responsabilidade e Acima de Tudo Ação!

A AEP – Associação Empresarial de Penafiel tem, por força da sua atividade, tomado medidas importantes desde que a problemática do COVID-19 começou a assolar o nosso país. Desde o início do presente mês, por iniciativa da AEP, começou-se atempadamente o contacto formal com entidades públicas de saúde e de formação profissional. “Possuímos cerca de 200 formandos por dia nas nossas instalações, sendo que alguns provinham de Lousada e de Felgueiras, concelhos que começaram, infelizmente, a ser associados a esta pandemia global. Se acrescentarmos os nossos colaboradores, existe uma enorme rede de pessoas em torno da nossa instituição que cumpre defender de quaisquer ameaças de saúde pública”, referiu o Presidente da AEP, Nuno Brochado. Reiterou também que “ponderadas todas as circunstâncias, tomámos a decisão de encerrar a formação profissional, tornando-nos na primeira instituição do género em Penafiel a tomar tal caminho, antecipando-nos à decisão superior que iria, mais tarde ou mais cedo ser tomada” conforme comunicado da AEP de 12 de março.

Ao nível do trabalho diário, e logo desde o início da semana anterior, a AEP tem enviado recorrentemente informação aos associados sobre medidas de contingência ou de segurança que devem ser aplicadas pelos mesmos, e segundo o Secretário-Geral da instituição, João Pedro Begonha, “mantendo as medidas de segurança, chegámos mesmo a receber associados nas instalações da AEP, no sentido de trabalharmos caso a caso a operacionalização de medidas de contingência do COVID-19 tendo em conta a especificidade dos negócios em causa”. Para além disso, referiu: “apesar do receio instalado, que é natural numa situação deste tipo, nunca deixámos de apoiar os associados, de os receber na AEP como já referi, ou seja, apesar das dificuldades e medidas de segurança impostas, temos a nossa equipa a funcionar e pronta para aquilo que a nossa comunidade necessitar”.

Tendo a AEP a missão de representação e defesa dos interesses da atividade empresarial em geral e dos seus associados em particular, e apesar da instituição ter decidido dar passos firmes mas discretos no evoluir desta problemática, não pode a AEP deixar de manifestar uma enorme preocupação com o futuro imediato do tecido empresarial penafidelense, dando especial ênfase e como não poderia deixar de ser, às empresas de menor dimensão que têm menor capacidade para aguentar a crise que aí vem. “Aqui todas as instituições públicas e privadas têm de ajudar e dar um sinal importante de apoio. Hoje mesmo conhecemos medidas fortes do Governo e já fomos assistindo a decisões importantes, por exemplo de instituições bancárias que vão reduzir comissões cobradas ou mesmo de empresas de fornecimento de eletricidade que vão flexibilizar pagamentos ou mesmo não efetuar cortes de eletricidade em casos de incumprimentos”, lembrou o Presidente da AEP, Nuno Brochado.

“Ao nível das autarquias, tenho assistido à tomada de medidas importantes de apoio ao comércio local e empresas como: permitir o pagamento faseado das faturas da água de abril e maio e descontar 34% às pessoas que estejam a auferir apenas 66% do seu salário devido ao surto de Covid-19; suspensão de cortes de fornecimento de água, sendo criado um plano faseado de pagamento de 12 meses para quem dele necessite; desconto de 50% na água para quem esteja ao serviço dos Bombeiros Voluntários, Sapadores, PSP, GNR; isenção total de taxas e tarifas municipais; ou mesmo, uma medida mais específica que é a isenção de pagamento das taxas aplicáveis aos direitos de ocupação da via pública, por um período de três meses, para feirantes e vendedores ambulantes”, sugeriu o Presidente da AEP tendo em conta aquilo que tem visto ser anunciado em concelhos do mesmo distrito de Penafiel.

O que pretende a AEP com a referência deste elencar de medidas é sugerir ao Executivo da Câmara Municipal de Penafiel que olhe para estes exemplos e, dentro da disponibilidade orçamental existente, possa equacionar tomar medidas semelhantes ou outras que sejam positivamente impactantes no nosso tecido empresarial local. “Numa cidade com 250 anos, que já passou e ultrapassou tantos momentos difíceis ao longo da sua história, não podemos deixar de agir rápido para continuarmos a ser um concelho de referência a nível económico na região onde nos situamos”, finalizou Nuno Brochado.

A AEP – Associação Empresarial de Penafiel terá sempre uma conduta responsável, serena e de parceria institucional nesta matéria, nunca deixando de manter uma atitude firme na defesa do interesse dos seus associados.

Comunicado

A AEP – Associação Empresarial de Penafiel tem, diariamente, cerca de 200 formandos (menores de idade e adultos) em ações de formação nas suas instalações. Nessa circunstância, tendo em consideração que:

  1. Esta instituição, aberta à comunidade, tem acolhido formandos de variados concelhos da Região do Tâmega e Sousa, inclusivamente de zonas onde o surto de COVID-19 está identificado;
  2. Durante a semana passada, foi-nos transmitido que um dos formandos, que aparentemente trabalharia numa fábrica encerrada devido ao COVID-19, dirigiu-se à AEP no sentido de poder frequentar o seu curso pós-laboral de formação profissional;
  3. Hoje mesmo, 12 de março, da parte da manhã, fomos obrigados a ativar o nosso plano de contingência do COVID-19, isolando uma formanda que estava a sentir, aparentemente, os sintomas associados à infeção provocada por essa doença;
  4. Todas estas ocorrências têm sido comunicadas quer à Administração Regional de Saúde do Norte, quer às instituições públicas que superintendem a nossa atividade como sendo o Instituto de Emprego e Formação Profissional ou a Autoridade de Gestão do Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego.

A Direção da AEP decidiu encerrar, com efeitos imediatos, todas as atividades de formação profissional, retomando as mesmas, se assim as condições o permitirem, no próximo dia 30 de março de 2020. Trata-se de uma medida excecional e que pretende, acima de tudo, acautelar a saúde dos formandos, formadores e colaboradores desta instituição. Acima de qualquer consideração financeira ou institucional, está o bem-estar da comunidade AEP.

Os restantes serviços da AEP, como o Gabinete de Estudos e Projetos, Contabilidade e Centro Qualifica continuarão a funcionar normalmente, mantendo todas as medidas de prevenção que têm sido sugeridas pela Direção Geral de Saúde.

A Direção da AEP.

Novos Corpos Sociais da AEP Tomam Posse a 6 de Março.

Realizou-se no passado dia 28 de fevereiro, o processo eleitoral para os novos corpos sociais da AEP – Associação Empresarial de Penafiel, para o triénio de 2020 – 2022.

Esta eleição decorreu nas instalações da Associação, e teve a Lista A, liderada por Nuno Filipe do Couto Alves Brochado, como única lista candidata, tendo sido eleita por unanimidade com 55 votos para cada um dos órgãos sociais.

Nuno Brochado, até agora Vice Presidente da Direção da AEP, será assim o 21º Presidente da Direção da Associação Empresarial de Penafiel, sucedendo a Pedro Nuno de Sousa Bessa que se manteve no cargo desde 2014.

Os novos corpos sociais contam com novos elementos que aceitaram fazer parte desta lista e assim dar continuidade ao trabalho desenvolvido nesta instituição que conta já com 128 anos de existência e que continua a ter por desígnio “a representação e defesa dos interesses da atividade empresarial e dos seus associados, tendo em vista o respetivo progresso técnico, económico e social.”

Os novos Corpos Sociais da Instituição, tomam posse na próxima sexta-feira, dia 6 de Março, numa cerimónia que se iniciará pelas 18h30, no Auditório da Associação.

Internacionalização das PME e Inovação Produtiva.

AEP – Associação Empresarial de Penafiel vai promover, no próximo dia 26 de Fevereiro (Quarta-Feira), pelas 18 horas, na Sede da AEP -Rua do Paço 33 em Penafiel, uma sessão de informação dirigida às empresas, sobre “Sistemas de Incentivos para as Empresas – Internacionalização das PME e Inovação Produtiva”.

A entrada é livre mas de inscrição obrigatória. Para participar, faça a sua inscrição através de:


Sessão de Informação - Sistemas de Incentivos para as Empresas


 

Tendo sido aprovadas as candidaturas  POCI-03-3560-FSE-000498 e POCI-03-3560-FSE-000499, ambas Projetos de Formação Ação, vem a AEP – Associação Empresarial de Penafiel, proceder à divulgação da necessidade de contratação de serviços externos de operador económico certificado pela DGERT (ou organismo equivalente na EU), como entidade formadora certificada, para proceder à execução dos serviços de formação profissional.

A formação a desenvolver incidirá sobre um mínimo de 34 empresas (20 empresas para um projeto e de 14 para outro), com lacunas assumidas, mas com vontade de se adaptarem e integrarem conhecimento que lhes permita resistir e evoluir, aumentando a produtividade.

A prestação de serviços a contratar incidirá na formação e na consultoria a desenvolver nas empresas, com recurso a meios humanos e técnicos especializados.

As empresas interessadas podem verificar o anúncio em anexo à presente comunicação e demonstrar o interesse na execução dos serviços através do endereço de e-mail: geral@aepenafiel.pt