Coordenador(a) da Área de Formação Profissional (m/f)

A sua missão (se aceitar):
  • Coordenar a área de formação profissional da Associação Empresarial de Penafiel (AEP);
  • Planear, executar, acompanhar e controlar de perto a execução de todos os projetos/plano de atividades em execução (Sistema de Aprendizagem, Educação e Formação de Adultos, Formação Modular Certificada, Formação não financiada, entre outros);
  • Promover ações de revisão e melhoria contínua e implementar mecanismos de qualidade na formação;
  • Providenciar informação regular à Direção / Secretário-Geral;
  • Ser o ponto focal junto das instituições públicas que tutelam os projetos de formação;
  • Coordenar a elaboração de candidaturas a novos projetos/oportunidades;
  • Resolver questões pedagógicas / organização das ações, entre outras.
Está no sítio certo se:
  • Tiver experiência comprovada de coordenação de equipas ao nível da execução de projetos de formação profissional;
  • Possuir uma licenciatura relevante para a função em causa;
  • Dominar, na ótica do utilizador, ferramentas informáticas (principalmente de gestão de formação);
  • Possuir uma grande capacidade de resiliência, liderança e inovação;
  • For capaz de motivar toda a equipa de colaboradores da área, formadores e formandos da instituição.
Processo de recrutamento (simples):
  • Duas fases de entrevistas com o Secretário-Geral da AEP;
  • Fase final de entrevista com a Direção da AEP.
Porque deve juntar-se à AEP?
  • A AEP é uma instituição de referência ao nível da formação profissional em toda a região do Tâmega e Sousa;
  • A estabilidade da instituição permite estabilidade profissional e pessoal aos seus colaboradores;
  • Garantimos uma experiência profissional desafiante;
  • Oferecemos um pacote salarial atrativo.

Agradecemos o envio de carta de motivação e curriculum vitae para recrutamento@aepenafiel.pt até ao próximo dia 15 de maio de 2022.

Tendo sido aprovada a candidatura POCH-03-5470-FSE-000966, de aprendizagem ao longo da vida – Cursos Educação e Formação de Adultos /EFA), vem a Associação Empresarial de Penafiel (AEP), proceder à divulgação da necessidade de contratação de serviços externos que tem por objeto principal a Prestação de serviços de Mediador pessoal e social para Curso EFA (Educação e Formação de Adultos) – Curso Técnico/a de Organização de Eventos, que será realizado em Santiago de Piães, concelho de Cinfães.

Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, e considerando 17 meses de duração do Curso, num total de 35 horas mensais, decorrem para o Prestador de Serviços as seguintes obrigações principais:

  1. Colaborar com o representante da entidade promotora na constituição dos grupos de formação, participando no processo de recrutamento e seleção de formandos;
  2. Garantir o acompanhamento e orientação pessoal, social e pedagógica dos formandos;
  3. Dinamizar a equipa técnico-pedagógica no âmbito do processo formativo, salvaguardando o cumprimento dos percursos individuais e do percurso do grupo de formação;
  4. Assegurar a articulação entre a equipa técnico-pedagógica e o grupo de formação, assim como entre estes e a entidade formadora.

Os requisitos para a prestação do serviço referido são, entre outros, os seguintes:

  1. A função do mediador é desempenhada por formadores e outros profissionais, designadamente os de orientação, detentores de habilitação de nível superior e possuidores de formação específica para o desempenho daquela função ou de experiência relevante em matéria de educação e formação de adultos;
  2. O mediador é responsável pela orientação e desenvolvimento do diagnóstico dos formandos, em articulação com os formadores da equipa técnico-pedagógica nos termos do n.º 3, artigo 6.º da Portaria n.º 230/2008, Diário da República, 1.ª série — n.º 48 — 7 de março de 2008.

Os interessados em executar os serviços referidos devem-no manifestar através de mail enviado para o endereço de e-mail geral@aepenafiel.pt até às 14 horas do próximo dia 9 de julho de 2021.

 

Tendo sido aprovada a candidatura POCH-03-5470-FSE-000966, de aprendizagem ao longo da vida – Cursos Educação e Formação de Adultos /EFA), vem a Associação Empresarial de Penafiel (AEP), proceder à divulgação da necessidade de contratação de serviços externos que tem por objeto principal a Prestação de serviços de Mediador pessoal e social para Curso EFA (Educação e Formação de Adultos) – Curso de Assistente Familiar e Apoio à Comunidade.

Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, e considerando 15 meses de duração do Curso, num total de 35 horas mensais, decorrem para o Prestador de Serviços as seguintes obrigações principais:

  1. Colaborar com o representante da entidade promotora na constituição dos grupos de formação, participando no processo de recrutamento e seleção de formandos;
  2. Garantir o acompanhamento e orientação pessoal, social e pedagógica dos formandos;
  3. Dinamizar a equipa técnico-pedagógica no âmbito do processo formativo, salvaguardando o cumprimento dos percursos individuais e do percurso do grupo de formação;
  4. Assegurar a articulação entre a equipa técnico-pedagógica e o grupo de formação, assim como entre estes e a entidade formadora.

Os requisitos para a prestação do serviço referido são, entre outros, os seguintes:

  1. A função do mediador é desempenhada por formadores e outros profissionais, designadamente os de orientação, detentores de habilitação de nível superior e possuidores de formação específica para o desempenho daquela função ou de experiência relevante em matéria de educação e formação de adultos;
  2. O mediador é responsável pela orientação e desenvolvimento do diagnóstico dos formandos, em articulação com os formadores da equipa técnico-pedagógica nos termos do n.º 3, artigo 6.º da Portaria n.º 230/2008, Diário da República, 1.ª série — n.º 48 — 7 de março de 2008.

Os interessados em executar os serviços referidos devem-no manifestar através de mail enviado para o endereço de e-mail geral@aepenafiel.pt até ao próximo dia 7 de junho de 2021.

 

Tendo sido aprovada a candidatura POCH-03-5470-FSE-000966, de aprendizagem ao longo da vida – Cursos Educação e Formação de Adultos /EFA), vem a Associação Empresarial de Penafiel (AEP), proceder à divulgação da necessidade de contratação de serviços externos que tem por objeto principal a Prestação de serviços de Mediador pessoal e social para Curso EFA (Educação e Formação de Adultos) – Curso de Técnico/a Auxiliar de Saúde.

Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, e considerando 15 meses de duração do Curso, num total de 35 horas mensais, decorrem para o Prestador de Serviços as seguintes obrigações principais:

  1. Colaborar com o representante da entidade promotora na constituição dos grupos de formação, participando no processo de recrutamento e seleção de formandos;
  2. Garantir o acompanhamento e orientação pessoal, social e pedagógica dos formandos;
  3. Dinamizar a equipa técnico-pedagógica no âmbito do processo formativo, salvaguardando o cumprimento dos percursos individuais e do percurso do grupo de formação;
  4. Assegurar a articulação entre a equipa técnico-pedagógica e o grupo de formação, assim como entre estes e a entidade formadora.

Os requisitos para a prestação do serviço referido são, entre outros, os seguintes:

  1. A função do mediador é desempenhada por formadores e outros profissionais, designadamente os de orientação, detentores de habilitação de nível superior e possuidores de formação específica para o desempenho daquela função ou de experiência relevante em matéria de educação e formação de adultos;
  2. O mediador é responsável pela orientação e desenvolvimento do diagnóstico dos formandos, em articulação com os formadores da equipa técnico-pedagógica nos termos do n.º 3, artigo 6.º da Portaria n.º 230/2008, Diário da República, 1.ª série — n.º 48 — 7 de março de 2008.

Os interessados em executar os serviços referidos devem-no manifestar através de mail enviado para o endereço de e-mail geral@aepenafiel.pt até ao próximo dia 21 de janeiro de 2021.

 

Tendo sido aprovada a candidatura POCH-03-5470-FSE-000966, de aprendizagem ao longo da vida – Cursos Educação e Formação de Adultos /EFA), vem a Associação Empresarial de Penafiel (AEP), proceder à divulgação da necessidade de contratação de serviços externos que tem por objeto principal a Prestação de serviços de Mediador pessoal e social para Curso EFA (Educação e Formação de Adultos) – Curso de Técnico/a de Contabilidade.

Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, e considerando 15 meses de duração do Curso, num total de 35 horas mensais, decorrem para o Prestador de Serviços as seguintes obrigações principais:

  1. Colaborar com o representante da entidade promotora na constituição dos grupos de formação, participando no processo de recrutamento e seleção de formandos;
  2. Garantir o acompanhamento e orientação pessoal, social e pedagógica dos formandos;
  3. Dinamizar a equipa técnico-pedagógica no âmbito do processo formativo, salvaguardando o cumprimento dos percursos individuais e do percurso do grupo de formação;
  4. Assegurar a articulação entre a equipa técnico-pedagógica e o grupo de formação, assim como entre estes e a entidade formadora.

Os requisitos para a prestação do serviço referido são, entre outros, os seguintes:

  1. A função do mediador é desempenhada por formadores e outros profissionais, designadamente os de orientação, detentores de habilitação de nível superior e possuidores de formação específica para o desempenho daquela função ou de experiência relevante em matéria de educação e formação de adultos;
  2. O mediador é responsável pela orientação e desenvolvimento do diagnóstico dos formandos, em articulação com os formadores da equipa técnico-pedagógica nos termos do n.º 3, artigo 6.º da Portaria n.º 230/2008, Diário da República, 1.ª série — n.º 48 — 7 de março de 2008.

Os interessados em executar os serviços referidos devem-no manifestar através de mail enviado para o endereço de e-mail geral@aepenafiel.pt até ao próximo dia 19 de novembro 2020.

No Âmbito do Código dos Contratos Públicos

No próximo dia 9 de Outubro, sexta-feira, das 9:30 às 12:30, a Associação Portuguesa dos Contratos Públicos (APCP), em coordenação com a Associação Empresarial de Penafiel (AEP), vai realizar no seu auditório* a ação de formação “O Gestor de Contrato e a Execução do Contrato” destinada a profissionais que trabalham na área da contratação pública, com responsabilidade pela organização, planeamento e/ou acompanhamento de procedimentos de contratação pública, nomeadamente gestores de contrato.

Com a revisão do CCP, concretizada pelo Decreto-Lei n.º 111-B/2017, foi regulada no Código a figura do Gestor do Contrato, que tem como principal função acompanhar a execução material, técnica e financeira do contrato., pretende-se abordar os principais aspetos relacionados com a figura do Gestor do Contrato e os principais aspetos a ter em conta no desempenho desta função.

* (COVID-19) O evento irá decorrer dentro do cumprimento estrito das regras impostas pelas Autoridades de Saúde

Conteúdos Programáticos

  • O Gestor do Contrato: (1) Perfil  .  (2) Objetivos e Funções  .  (3) Registo e Acompanhamento da Execução do Contrato
  • Execução do Contrato: (1) Trabalho e Serviços Complementares  .  (2) Modificações Contratuais

Formador

  • Pedro Teixeira – Diretor do Departamento de Apoio à Contratação da Câmara Municipal do Porto

Para participar, faça a sua inscrição (de carater gratuito e com lugares limitados) através do formulário abaixo.

Ação de Formação - O Gestor do Contrato e a Execução do Contrato

Tendo sido aprovada a candidatura POCH-03-5470-FSE-000966, de aprendizagem ao longo da vida – Cursos Educação e Formação de Adultos /EFA), vem a Associação Empresarial de Penafiel (AEP), proceder à divulgação da necessidade de contratação de serviços externos que tem por objeto principal a Prestação de serviços de Mediador pessoal e social para Curso EFA (Educação e Formação de Adultos) – Curso de Cuidador/a de Crianças e Jovens.

Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, e considerando 14 meses de duração do Curso, num total de 35 horas mensais, decorrem para o Prestador de Serviços as seguintes obrigações principais:

  1. Colaborar com o representante da entidade promotora na constituição dos grupos de formação, participando no processo de recrutamento e seleção de formandos;
  2. Garantir o acompanhamento e orientação pessoal, social e pedagógica dos formandos;
  3. Dinamizar a equipa técnico-pedagógica no âmbito do processo formativo, salvaguardando o cumprimento dos percursos individuais e do percurso do grupo de formação;
  4. Assegurar a articulação entre a equipa técnico-pedagógica e o grupo de formação, assim como entre estes e a entidade formadora.

Os requisitos para a prestação do serviço referido são, entre outros, os seguintes:

  1. A função do mediador é desempenhada por formadores e outros profissionais, designadamente os de orientação, detentores de habilitação de nível superior e possuidores de formação específica para o desempenho daquela função ou de experiência relevante em matéria de educação e formação de adultos;
  2. O mediador é responsável pela orientação e desenvolvimento do diagnóstico dos formandos, em articulação com os formadores da equipa técnico-pedagógica nos termos do n.º 3, artigo 6.º da Portaria n.º 230/2008, Diário da República, 1.ª série — n.º 48 — 7 de março de 2008.

Os interessados em executar os serviços referidos devem-no manifestar através de mail enviado para o endereço de e-mail geral@aepenafiel.pt até ao próximo dia 11 de setembro.

Tendo sido aprovada a candidatura POCH-03-5470-FSE-000966, de aprendizagem ao longo da vida – Cursos Educação e Formação de Adultos /EFA), vem a AEP – Associação Empresarial de Penafiel, proceder à divulgação da necessidade de contratação de serviços externos que tem por objeto principal a Prestação de serviços de Mediador pessoal e social para Curso EFA (Educação e Formação de Adultos) – Curso de Cabeleireiro/a.

Sem prejuízo de outras obrigações previstas na legislação aplicável, e considerando 16 meses de duração do Curso, num total de 35 horas mensais, decorrem para o Prestador de Serviços as seguintes obrigações principais:

  1. Colaborar com o representante da entidade promotora na constituição dos grupos de formação, participando no processo de recrutamento e seleção de formandos;
  2. Garantir o acompanhamento e orientação pessoal, social e pedagógica dos formandos;
  3. Dinamizar a equipa técnico-pedagógica no âmbito do processo formativo, salvaguardando o cumprimento dos percursos individuais e do percurso do grupo de formação;
  4. Assegurar a articulação entre a equipa técnico-pedagógica e o grupo de formação, assim como entre estes e a entidade formadora.

Os requisitos para a prestação do serviço referido são, entre outros, os seguintes:

  1. A função do mediador é desempenhada por formadores e outros profissionais, designadamente os de orientação, detentores de habilitação de nível superior e possuidores de formação específica para o desempenho daquela função ou de experiência relevante em matéria de educação e formação de adultos;
  2. O mediador é responsável pela orientação e desenvolvimento do diagnóstico dos formandos, em articulação com os formadores da equipa técnico-pedagógica nos termos do n.º 3, artigo 6.º da Portaria n.º 230/2008, Diário da República, 1.ª série — n.º 48 — 7 de março de 2008.

Os interessados em executar os serviços referidos devem-no manifestar através de mail enviado para o endereço de e-mail geral@aepenafiel.pt até ao próximo dia 5 de julho.

Perante Ameaças, É Necessária Ponderação, Responsabilidade e Acima de Tudo Ação!

A AEP – Associação Empresarial de Penafiel tem, por força da sua atividade, tomado medidas importantes desde que a problemática do COVID-19 começou a assolar o nosso país. Desde o início do presente mês, por iniciativa da AEP, começou-se atempadamente o contacto formal com entidades públicas de saúde e de formação profissional. “Possuímos cerca de 200 formandos por dia nas nossas instalações, sendo que alguns provinham de Lousada e de Felgueiras, concelhos que começaram, infelizmente, a ser associados a esta pandemia global. Se acrescentarmos os nossos colaboradores, existe uma enorme rede de pessoas em torno da nossa instituição que cumpre defender de quaisquer ameaças de saúde pública”, referiu o Presidente da AEP, Nuno Brochado. Reiterou também que “ponderadas todas as circunstâncias, tomámos a decisão de encerrar a formação profissional, tornando-nos na primeira instituição do género em Penafiel a tomar tal caminho, antecipando-nos à decisão superior que iria, mais tarde ou mais cedo ser tomada” conforme comunicado da AEP de 12 de março.

Ao nível do trabalho diário, e logo desde o início da semana anterior, a AEP tem enviado recorrentemente informação aos associados sobre medidas de contingência ou de segurança que devem ser aplicadas pelos mesmos, e segundo o Secretário-Geral da instituição, João Pedro Begonha, “mantendo as medidas de segurança, chegámos mesmo a receber associados nas instalações da AEP, no sentido de trabalharmos caso a caso a operacionalização de medidas de contingência do COVID-19 tendo em conta a especificidade dos negócios em causa”. Para além disso, referiu: “apesar do receio instalado, que é natural numa situação deste tipo, nunca deixámos de apoiar os associados, de os receber na AEP como já referi, ou seja, apesar das dificuldades e medidas de segurança impostas, temos a nossa equipa a funcionar e pronta para aquilo que a nossa comunidade necessitar”.

Tendo a AEP a missão de representação e defesa dos interesses da atividade empresarial em geral e dos seus associados em particular, e apesar da instituição ter decidido dar passos firmes mas discretos no evoluir desta problemática, não pode a AEP deixar de manifestar uma enorme preocupação com o futuro imediato do tecido empresarial penafidelense, dando especial ênfase e como não poderia deixar de ser, às empresas de menor dimensão que têm menor capacidade para aguentar a crise que aí vem. “Aqui todas as instituições públicas e privadas têm de ajudar e dar um sinal importante de apoio. Hoje mesmo conhecemos medidas fortes do Governo e já fomos assistindo a decisões importantes, por exemplo de instituições bancárias que vão reduzir comissões cobradas ou mesmo de empresas de fornecimento de eletricidade que vão flexibilizar pagamentos ou mesmo não efetuar cortes de eletricidade em casos de incumprimentos”, lembrou o Presidente da AEP, Nuno Brochado.

“Ao nível das autarquias, tenho assistido à tomada de medidas importantes de apoio ao comércio local e empresas como: permitir o pagamento faseado das faturas da água de abril e maio e descontar 34% às pessoas que estejam a auferir apenas 66% do seu salário devido ao surto de Covid-19; suspensão de cortes de fornecimento de água, sendo criado um plano faseado de pagamento de 12 meses para quem dele necessite; desconto de 50% na água para quem esteja ao serviço dos Bombeiros Voluntários, Sapadores, PSP, GNR; isenção total de taxas e tarifas municipais; ou mesmo, uma medida mais específica que é a isenção de pagamento das taxas aplicáveis aos direitos de ocupação da via pública, por um período de três meses, para feirantes e vendedores ambulantes”, sugeriu o Presidente da AEP tendo em conta aquilo que tem visto ser anunciado em concelhos do mesmo distrito de Penafiel.

O que pretende a AEP com a referência deste elencar de medidas é sugerir ao Executivo da Câmara Municipal de Penafiel que olhe para estes exemplos e, dentro da disponibilidade orçamental existente, possa equacionar tomar medidas semelhantes ou outras que sejam positivamente impactantes no nosso tecido empresarial local. “Numa cidade com 250 anos, que já passou e ultrapassou tantos momentos difíceis ao longo da sua história, não podemos deixar de agir rápido para continuarmos a ser um concelho de referência a nível económico na região onde nos situamos”, finalizou Nuno Brochado.

A AEP – Associação Empresarial de Penafiel terá sempre uma conduta responsável, serena e de parceria institucional nesta matéria, nunca deixando de manter uma atitude firme na defesa do interesse dos seus associados.

No âmbito POCI-03-3560-FSE-000498 e POCI-03-3560-FSE-000499, ambas Projetos de Formação Ação, vem a AEP – Associação Empresarial de Penafiel, e no seguimento das propostas recebidas para a prestação de serviços externos de operador económico certificado pela DGERT (ou organismo equivalente na EU), como entidade formadora certificada, para proceder à execução dos serviços de formação profissional, torna-se público a respetiva decisão de adjudicação:

  • O Lote 1 – Candidatura POCI-03-3560-FSE-000498, cujo organismo intermédio é a AEP – CCI – Associação Empresarial de Portugal – Câmara de Comércio e Indústria, ao concorrente TELHEIRO & GONÇALVES – SOLUÇÕES FINANCEIRAS E CONTABILIDADE, LDA., pessoa coletiva n.º 505 055 120, nos termos da proposta apresentada e nas condições estabelecidas pelo Caderno de Encargos.
  • O Lote 2 – Candidatura POCI-03-3560-FSE-000499, cujo organismo intermédio é a CTP – Confederação do Turismo de Portugal, ao concorrente SOUSA OLIVEIRA E PIRES, LDA, pessoa coletiva n.º 506 143 023, nos termos da proposta apresentada e nas condições estabelecidas pelo Caderno de Encargos.